Amadora

A Amadora é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito e área metropolitana de Lisboa. com 175 136 habitantes, sendo a quarta cidade mais populosa em Portugal. É sede de um dos menores municípios de Portugal, sendo o mais densamente povoado do país e a quarta cidade mais populosa de Portugal, dividindo-se em seis freguesias. O município é limitado a nordeste pelo município de Odivelas, a sueste por Lisboa, a sul e oeste por Oeiras e a oeste e norte por Sintra.

A Amadora constituiu-se em torno do lugar da Porcalhota, servida pela Capela de Nossa Senhora da Conceição da Lapa, sede de irmandade própria que dispunha de avultados bens. Pertenceu, desde o século XIX até 1979, ao concelho de Oeiras, ano em que se eleva a cidade e passa a dispor de município próprio em virtude do seu desenvolvimento demográfico.

Aluguel um veículo barato em Amadora

Encontra-se em Amadora e deseja alugar um carro o mais rápido possível? Pois, fico feliz em informar que você encontrou a melhor opção, basta contar com os serviços da TravelCar. Claro que antes de tudo é preciso conhecer a empresa em detalhes, já que estarás depositando o seu dinheiro e esse é um investimento que é preciso levar a sério.

A TravelCar é uma empresa com experiência em mais de 50 países de 5 continentes diferentes. Uma prova da confiança que milhares de clientes depositam em nossos serviços. Somos a empresa do segmento que mais cresce no mundo, um grande indício de que estamos no caminho certo para prover um serviço de qualidade e com os melhores preços.

Agora que estás mais tranquilo, vamos ao que interessa, o aluguel do seu carro! Pois bem, em relação ao tempo de contrato, dispomos de várias opções, tudo depende do seu estilo de viagem. Se a sua intenção é permanecer por muito tempo com o veículo basta contratar o serviço a longa prazo e com isso poderás contar com inúmeras vantagens.

No entanto, se o que buscas é ficar pouco tempo com o carro, também dispomos de contratos a curto prazo e inclusive semanais ou diários, ou seja, nos adaptamos ao seu estilo, basta confiar em nossos funcionários que em pouco tempo terás um contrato novinho te esperando.

Um dos nossos diferenciais é que disponibilizamos tudo isso com poucos cliques, ou seja, ao entrar em contato conosco, reservarás o seu veículo e em seguida basta contactar o nosso serviço, pegar a chaves e seguir viagem.

Dispomos também de uma equipe altamente qualificada que irá te atender e tirar todas as suas dúvidas. Não se preocupe, pois estarás em boas mãos. E é importante frisar também que o nosso atendimento ao cliente funciona 24h por dia, por isso não se preocupe mais, qualquer dúvida é só entrar em contato conosco.

E claro, não se esqueça que Amadora encontra-se a apenas 15 km do Lisboa, 300 km do Porto e 260 km do Faro. O nosso serviço ao cliente é 24 horas e funciona todos os dias da semana. Alugar um carro no Porto nunca foi tão fácil.

Veículos oferecidos pela TravelCar

Chegou a hora de escolher o seu veículo e para isso dispomos de um grande leque de opções que se adaptam ao que você quiser. Por exemplo, se buscas um carro econômico e que gaste pouco combustível, basta escolher a opção mini. Fora isso, disponibilizamos diversos veículos econômicos, além de automóveis compactos e intermediários; todos perfeitos para quem deseja aproveitar a cidade de uma maneira única e acessível para o seu bolso.

Entretanto se desejas um veículo maior e perfeito para longas distâncias, a TravelCar oferece as opções fullsize e luxury. Se a sua intenção é uma viagem em família, não perca tempo e escolha os nossos veículos especiais, como minivans, que são excelentes para viagens em grupo.

Conhecendo Amadora

Amadora está pertinho de Lisboa, por isso se estás de passagem pela capital portuguesa vale a pena uma visita. Assim como a maioria das cidades portuguesas, Amadora tem uma história única que data de tempos imemoriais e que é acessível ao grande público através de monumentos e locais históricos. Reserva um espaço no sua agenda para conhecer as belezas dessa cidade que cada vez mais está atraindo turistas do mundo inteiro.

Se até algum tempo, a Amadora era uma área predominantemente rural, actualmente é uma zona muito desenvolvida do ponto de vista urbano, conservando ainda alguns interessantes monumentos.A marcar a fronteira com a cidade de Lisboa, existem as Portas de Benfica, uma curiosa construção do início do século XX com oito torreões, por onde antigamente se cobrava uma taxa sobre a circulação, numa espécie de portagem "à moda antiga".

A Casa Roque Gameiro é fundamental para uma visita, não só por ser a antiga habitação do pintor e albergar parte do seu espólio, mas também por ser um exemplar perfeito do conceito arquitectónico de "Casa Portuguesa".

Uma importante decoberta arqueológica feita em 1932 foram as Grutas de Carenque, que remontam ao terceiro milénio a.c. Fundamentais para a compreensão da nossa Pré-História, as grutas constituem uma necrópole com três sepulcros colectivos escavados na rocha, integrando-se numa cultura funerária mediterrânea.

As visitas guiadas podem ser marcadas no Museu Municipal de Arqueologia da Amadora.

É também na Amadora que nasce o Aqueduto das Águas Livres, podendo visitar na cidade a Mãe d'Água Nova e a Mãe d'Água Velha. O Aqueduto é um complexo sistema de captação, adução e distribuição de água à cidade de Lisboa, e que tem como obra mais emblemática a grandiosa arcaria em cantaria que se ergue sobre o vale de Alcântara, um dos bilhetes postais de Lisboa.

O Aqueduto foi mandado construir por D. João V, no século XVIII, tendo origem na nascente das Águas Livres, em Belas, Sintra, e foi sendo progressivamente reforçado e ampliado ao longo do século XIX. Resistiu incólume ao Terramoto de 1755.

Aproveite ainda para conhecer a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Lapa. Além disso, é possível conhecer a Ponte Filipina de Carenque de Baixo, sobre a Ribeira de Carenque, que foi construída no século XVII. Nessa ponte de grande valor histórico e arquitetónico existe um marco em pedra onde é possível ler-se: Esta ponte foi mandada fazer pelo Senado de Lisboa à custa do real do povo, 1631. A ponte situava-se nessa época no curso da velha Estrada Real Lisboa-Sintra, que passava pelo Palácio de Queluz.

Também é possível conhecer a Necrópole de Carenque é um sítio arqueológico constituído por três sepulcros coletivos escavados nos afloramentos calcários do Tojal de Vila Chã, freguesia da Mina, na Amadora, Portugal. Estes sepulcros ou túmulos, genericamente designados como «grutas artificiais» por terem sido escavados na rocha (hipogeus), integram-se numa tradição cultural-funerária mediterrânica, numa fase tardia do megalitismo. A construção e as primeiras deposições de cadáveres remontam ao final do Neolítico (4.º milénio a.C.), encontrando-se igualmente registada a sua posterior utilização no Calcolítico.

Passeando pelos arredores de Amadora

Amadora está pertinho de Lisboa, por isso é ideal para quem deseja visitar a capital portuguesa.

Lá é possível conhecer Alfama, um dos bairros mais genuínos de Lisboa, a sua arquitectura apresenta características peculiares de prédios antigos e coloridos que lhe conferem um carácter de alegria, tranquilidade e uma personalidade tipicamente lisboeta. Passear pelo bairro de Alfama é um convite para perder-se entre ruelas extremamente encantadoras. Fácil de se perder, mais fácil ainda de se encontrar!

Fora Alfama, Lisboa tem inúmeros outros localidades interessantes para visitar como por exemplo, o Chiado, o Bairro Alto e a Baixa. Locais que fazem da capital portuguesa um dos destinos mais procurados na Europa, um local que abrange beleza e história. Se o que procuras é um parque, a cidade também está bem servida. Um grande exemplo é o Parque Eduardo VII, considerado um dos parques mais extensos, entre a grande diversidade de ambientes, há um miradouro com belíssimas paisagens que nos convidam a ficar.

Outra opção interessante é Queluz, lá encontra-se o Palácio Nacional de Queluz que é o 3º palácio mais visitado de Portugal. Situado a cerca de 4 Km de Amadora, o palácio foi construído a pedido de D. Pedro lV, que decidiu transformar seu pavilhão de caça em um palácio de verão em estilo rococó. A construção do Palácio iniciou-se em 1747. Artistas portugueses, italianos e franceses utilizaram diversos materiais e combinaram mármores italianos com exóticas madeiras brasileiras para compor a decoração. Um destaque para as criações em talha dourada.

Seu interior com ricos salões, lindos jardins com fontes barrocas, azulejos e estátuas era utilizado em recepções e cerimônias oficiais da Coroa, serviu também como discreto lugar de encarceramento da rainha Maria I devido sua loucura após a morte de D. Pedro. Em 1794, após o incêndio da “Real Barraca da Ajuda”, o palácio tornou-se residência permanente até 1807, ano em que a Família Real partiu para o Brasil, devido as Invasões Napoleônicas.

Bem pertinho de Amadora, é possível visitar Azenhas do Mar. Essa linda cidade encravada nas rochas fica a aproximadamente a 30km pela rodovia A37. A primeira coisa que chama a atenção é uma piscina natural à beira-mar, que faz contraste com diversas casinhas brancas construídas sobre um penhasco. Quando a maré está alta não dá para ver nada disso, a praia fica completamente submersa. Também há um miradouro que oferece uma vista magnífica. Não deixe de subir. Lá de cima o visual fica ainda mais interessante, e o cartão-postal torna-se perfeito junto à grandiosidade do oceano Atlântico.

Se desejas continuar no litoral e aproveitar um pouco das praias portuguesas, nada melhor do que conhecer Ericeira, que fica distante 48km pela A8 e A21. Considerada um dos melhores ‘pequenos destinos’ na Europa! Ericeira é uma vila muito antiga, que se pensa ter estado ligada aos Fenícios. O mar foi sempre caracterizador da vila e no século XIX era um porto muito importante. Foi aqui que a família real portuguesa fugiu para exílio depois do regicídio de 1908. A Ericeira é um lugar popular de praia, reconhecida pela beleza natural, pelo ambiente acolhedor e marisco delicioso.

Por último, mas não menos importante, pertinho de Amadora, é possível conhecer a Lagoa de Óbidos. Esta é a maior lagoa da Península Ibérica e, na nossa opinião, a mais bonita. Fica perto da vila histórica de Óbidos e tem uma mão cheia de praias à mão de semear: Foz do Arelho, Estrela, Bom Sucesso, Rei do Cortiço e Baleal, entre outras. Em tempos a lagoa tinha como actividades lúdicas apenas a pesca e os passeios de gaivota (o barco a pedais, não a espécie), mas hoje faz-se vela, windsurf, canoagem, kiteboard e aquele desporto moderno que é um bocado fazer troça dos náufragos, o stand up paddle.

Dirigir em Portugal

As estradas em Portugal são excelentes e cruzam o país de norte a sul e leste a oeste. Ao todo são 721 km de distância para atravessar todo o país de norte a sul. No país europeu há sempre duas opções de estradas, a estrada privatizada que é paga e a nacional, de graça. As autoestradas são duplicadas (e as vezes com mais pistas) e possuem pedágios, chamados de portagens. O limite de velocidade nas autoestradas é de 120 km/h.

Já as estradas nacionais em Portugal passam por dentro das cidades e têm limite de 70 km/h. A qualidade é boa, mas elas são pistas simples, o que faz a viagem demorar bem mais.

De maneira geral, o trânsito de Portugal é bem pacífico. Há respeito entre os motoristas e o trânsito com filas acontece apenas nas grandes cidades (Lisboa e Porto). Nas demais cidades como Braga e Coimbra, por exemplo, o trânsito com filas acontece apenas nos horários de ponta em Portugal.

Algo que é importante lembrar é que em Portugal não existem postos da Polícia Rodoviária. A fiscalização é feita através de câmeras e por carros da GNR (Guarda Nacional Republicana). Os policiais utilizam carros bem potentes e sem identificação. Então, tenha sempre cuidado e respeite os limites de velocidade, ou as multas podem ser bem salgadas.